Preparo do solo: Cultivo da laranja

Preparo do solo: Cultivo da laranja

Quem é que não gosta de um suco de laranja bem fresco em dias de calor? Esta é só uma das finalidades da laranja, que também pode ser consumida in natura, em geleias, bolos, tortas, sorvetes, entre outras coisas. Além disso, a laranja responde pelos rendimentos de pequenos produtores brasileiros que sobrevivem da agricultura.

Devido à sua grande diversidade culinária, a laranja é uma das frutas mais consumidas pelos brasileiros, além de poder ser adquirida por um valor relativamente baixo nas feiras e supermercados. Você gostaria de começar um negócio na região rural? Pois bem, saiba que além de ser muito saborosa, a laranja também pode ser uma ótima opção de atividade comercial.

Um ponto interessante de se investir no cultivo de laranja é o fato que ela se adapta muito bem às condições climáticas do Brasil, necessitando de pouca manutenção, o que torna a tarefa mais econômica para o bolso do produtor, entre outras vantagens que oferece.

Para começar qualquer plantio é necessário selecionar o local adequado e com o cultivo de laranja não é diferente. Além disso, é importante observar se o terreno possui uma superfície regular. O local deve ser plano e não acidentado. O solo também tem que ser rico em nutrientes e ter uma boa capacidade de absorção da água.

O preparo do solo

Depois de encontrar o terreno certo para iniciar o plantio de laranja, o próximo passo é preparar o solo, que é um fator essencial para colher laranjas de qualidade. Primeiro faça uma limpeza da superfície, retirando todos os resquícios de plantações anteriores.

Depois você deve arar o solo, que serve para moer os restos que estão na superfície e transformá-los em matéria orgânica. Na sequência revirar o solo e espalhar calcário para corrigir a acidez e os níveis de magnésio, que podem atrapalhar o desenvolvimento das plantas e aplicar pesticidas para evitar o aparecimento de pragas durante o cultivo.

Detalhe, a preparação do solo tem que ser realizada com, pelo menos, 3 meses de antecedência ao plantio.

Após essa etapa é hora de preparar as mudas e depois adubar os canteiros do plantio. Depois na sequência vem a poda e a colheita.

 

Gostou desse conteúdo? Cadastre-se aqui e receba dicas, notícias e novidades em primeira mão.

 

Deixe uma resposta