Engenheiro Agrônomo: saiba mais sobre essa profissão e suas competências no mercado

Engenheiro Agrônomo: saiba mais sobre essa profissão e suas competências no mercado

Para quem se interessa pelo trabalho no campo, certamente leva em consideração e tem curiosidade sobre a carreira de engenheiro agrônomo. Porém, para quem não conhece muito bem esta profissão e suas atribuições, é importante entender que ela vai muito além de estar em contato com animais e cultivo de alimentos. 

Dessa forma, preparamos este artigo que pode ajudar você, que está com alguma dúvida sobre essa carreira promissora e deseja conhecer melhor e descobrir se ela combina com você.  

O Engenheiro Agrônomo é responsável no planejamento da safra e das operações agrícolas, no manejo e preparo do solo, no controle de pragas e daninhas, doenças e fungos no plantio, na colheita, no armazenamento, na agroindustrialização e na comercialização dos produtos agrícolas. 

Principalmente nessa fase em qual vivemos, com grandes inovações tecnológicas e descobertas cientificas sobre o solo e alimentação, as demandas e competências obtidas na área de Agronomia, são direcionadas, especialmente, ao que há de moderno no ramo da agropecuária. Dessa forma, aquele que se forma como engenheiro agrônomo tem a sua frente uma gama de possibilidades e que tende a ampliar cada vez mais no futuro. 

O Engenheiro Agrônomo desempenha um papel de destaque em diferentes fases da cadeia produtiva, tanto na fase que antecede à produção rural, também chamada de “antes da porteira” ou “à montante”, assim como diretamente, na produção rural propriamente dita, além, é claro, nos setores que recebem a produção agropecuária, também conhecida como “à jusante” e “depois da porteira”. 

A produção e a lucratividade no cultivo agrícola e nas criações estão diretamente ligadas ao planejamento e ao gerenciamento, qual utilizam boas práticas e adoção de manejos e tecnologias adequadas.  

Quais são as atribuições e diferencias do engenheiro agrônomo? 

De modo geral, o curso de Agronomia conta com um bacharelado com duração de 5 anos, qual prepara o profissional para executar uma série de funções. 

Algumas dessas atribuições estão divididas entre às áreas de administração rural, por exemplo, que busca coordenar, supervisionar e orientar tecnicamente para que o produtor conquiste resultados satisfatórios. 

Além disso, existem outras atribuições a se destacar. A seguir, listamos mais algumas delas: 

  • condução de equipes;  
  • coleta de dados para estudos; 
  • controle de qualidade; 
  • ensino e treinamento de outros profissionais da área;
  • realização de estudos das viabilidades ambiental, econômica e técnica;
  • elaboração de pareceres técnicos a partir de vistorias, perícias, auditorias e monitoramento. 

O mercado de trabalho para o profissional de agronomia é bastante amplo, são diversos campos de atuação. Conheça alguns abaixo; 

Zootecnia 

O foco dessa área é voltado para a criação de animais, especificamente na produção de alimentos. Nesse sentido, a principal função do engenheiro agrônomo é assegurar que a produtividade dos animais esteja dentro do esperado e com rentabilidade, aprimorando a genética e nutrição, para garantir a qualidade dos alimentos como leite, carne, ovos entre outros. 

Fitotecnia 

Diferente da Zootecnia, qual se ocupa com os animais, aqui na Fitotecnia a tarefa principal é zelar pela produtividade das plantações. O foco dessa área é o progresso dos sistemas de produção, desde as sementes e mudas até o preparo do solo e plantio, irrigação e colheita. A aprimoração genética das espécies também está entre tarefas dessa área.  

Engenharia Rural 

Aqui o engenheiro agrônomo desempenha a tarefa de lidar com obras de sistemas de drenagem, irrigação, nivelamento do solo entre outras construções rurais. Além disso, também faz parte desse setor o gerenciamento do maquinário agrícola, análise quantitativa das necessidades dos equipamentos agrícolas.  

Produção Agroindustrial 

Nessa área de atuação, o profissional desempenha a função de gerenciar a industrialização dos produtos agrícolas. Devendo coordenar o processo de transformação das matérias-primas, levando em consideração o fato de que são produtos perecíveis e sazonais. Além disso, esse profissional fica a cargo de controlar a qualidade dos produtos encaminhados ao mercado. 

Agora que você já conhece as principais informações sobre essa área do setor agrícola. Que tal ficar por dentro de outras informações importantes sobre o principal setor econômico do país? Clique aqui e assine a nossa newsletter e receba novidades e atualizações em seu e-mail! 

Deixe uma resposta