Preparo do solo: dicas do plantio da manga

Preparo do solo: dicas do plantio da manga

A manga foi uma das primeiras frutas introduzidas em solo brasileiro após a chegada dos portugueses. E hoje, o Brasil é o terceiro maior produtor no mundo, atrás apenas da Índia e da China. Muito apreciada em diversas partes do planeta, a manga é uma das frutas mais exportada para diversos destinos, principalmente para o Japão, EUA e parte da Europa.  

A manga é conhecida como a rainha das frutas tropicais, devido ao seu potencial de plantio e crescimento em diferentes tipos de solo, o que facilita o seu cultivo em diferentes partes do país. Essa fruta tem bom potencial de vendas no varejo graças ao seu aspecto atrativo, com diferentes formatos, sabores, aromas e cores, isso devido aos cruzamentos de plantas que ocorrem espontaneamente no campo e que geram novas variedades. 

Ao realizar o manejo correto para o plantio e um bom cultivo, com irrigação e adubação adequadas, a mangueira terá um crescimento rápido e com grande capacidade de produção em praticamente qualquer lugar em que for plantada. Por isso, ela é um tipo de fruta facilmente encontrada em casas, chácaras e até mesmo praças. 

Porém, embora ela seja uma árvore vigorosa, podendo chegar até 20 metros de altura, para os plantios comerciais é recomendado, por meio da execução de podas, mantê-la com 3 metros de altura. 

O plantio da mangueira pode ser facilmente realizado, pois com aproximadamente 50 litros de solo é possível realizar o plantio de mudas e, quando bem cultivadas, essas mudas podem ser levadas ao solo para que possam vigorar e dar frutos. 

Existe uma grande variedade de mangas, mas algumas são mais comuns e comercializadas no mercado brasileiro como a bourbon, coração de boi, keit, haden, adam, extrema e outras mais rústicas, como carlota, espada, coquinho e rosinha, além de diversas conhecidas regionalmente. Tommy atkins e palmer são consideradas as melhores para exportação. 

 
AMBIENTE PARA PLATIO: por se tratar de uma planta de clima tropical, a manga pode ser cultivada em todos os estados do país, no entanto, o recomendado é que o cultivo de mangueira aconteça em locais de temperatura quente, com uma irrigação correta a planta terá melhor capacidade de produção.  

PLANTIO: pode ser realizado em qualquer tipo de solo, embora o encharcado não seja tolerado pela planta, pois provoca apodrecimento das raízes e morte. Em solo arenoso e muito seco, no entanto, precisa de irrigação, como é o caso de regiões do norte e nordeste. 

ESPAÇAMENTO: para que exista um respiro entre as arvores e elas possam crescer com mais saúde, é necessário que seja feita a poda frequente, mantendo-a por volta dos 3 a 4 metros de altura, mas quando se trata de plantio, é sugerido um espaçamento ideal de 4 a 7 metros. O tamanho das covas para o plantio de sementes é de aproximadamente 40 centímetros.  

CUIDADOS: para adubação utilize 250 gramas de superfosfato simples e 250 gramas de calcário, para a adubação. A poda deve ser feita desde o primeiro ano de plantio, dando forma à copa. Proteja o ramo podado com pincelamento de pasta à base de cobre ou tinta látex. Atenção ao ataque de pragas como cochonilhas nas folhas e no tronco da mangueira, além de perfurações por brocas nos ramos. Procure por um engenheiro agrônomo da região para obter as orientações sobre o controle químico. Quando os frutos começarem a amadurecer, proteja-os do ataque de moscas, ensacando-os com saco de papel, método que evita a necessidade de aplicação de agrotóxicos. 

PRODUÇÃO: É possível de ser obtida no segundo ano de cultivo quando o plantio é realizado com uso de mudas enxertadas. Cada variedade tem suas características que definem o ponto ideal de colheita “de vez”. Em geral, se colhida muito verde, a manga não fica saborosa e tem gosto azedo. Quando retirada da árvore muito madura, a fruta machuca-se facilmente e tem menos tempo de duração para o consumo. 

Deixe uma resposta