A importância da Soja

A soja é um dos mais antigos produtos agrícolas que a humanidade conhece e também um dos alimentos mais cultivados no Brasil e no mundo. Atualmente, o Brasil se consolida como o segundo maior produtor mundial de soja, atrás apenas dos Estados Unidos.

O primeiro registro de cultivo comercial de soja no Brasil é de 1914, na cidade de Santa Rosa (RS). Mas foi somente a partir dos anos 40 que o seu cultivo adquiriu certa importância econômica.

A partir da década de 1960, devido à política de subsídios ao trigo visando autossuficiência do país desse grão, a soja se estabeleceu como cultura economicamente importante para o Brasil, mas foi na década seguinte que a soja se consolidou como a principal cultura do agronegócio brasileiro.

A grão da soja é composto por proteínas, fibras, monossacarídeos, oligossacarídeos, óleos, cálcio, fósforo, ferro, sódio, potássio, magnésio, cobre, carboidratos, lipídios, vitaminas B e E e ômega 3 e 6. O alto valor nutricional da soja, como pode ser percebido acima, faz com que seu consumo seja bastante importante, pois ajuda no controle do colesterol, previne problemas cardiovasculares, alguns tipos de câncer, osteoporose, reduz cólicas menstruais e sintomas da menopausa. A soja é um dos alimentos mais ricos em proteína que se conhece. A farinha de soja desengordurada, por exemplo, é muito utilizada no enriquecimento protéico de pães, bolachas, tortas e todo o tipo de confeitaria.

A soja possui diversas variações, a mais famosa e cultivada é a amarela.

Os estados brasileiros que mais se destacam na produção de soja são: Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Bahia, São Paulo, Maranhão, Tocantins, Piauí, Santa Catarina, Pará, Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul.

Vale destacar também que a soja está presente em muitos alimentos industrializados e traz muitos benefícios à saúde. Além disso, ela é utilizada na produção de diversos produtos como leite de soja, óleo de soja, shoyu, lecitina de soja, proteína texturizada de soja e farinha de soja. Outro detalhe importante é que a maior parte da safra mundial é usada como proteína na ração de bois, frangos e porcos.

Quer receber mais notícias sobre cultivos e plantações? Clique aqui!

Deixe uma resposta